Blog Clinipampa

Psicólogo explica questões referentes à saúde mental

Notícias - 26 de Junho de 2018

O psicólogo Vanderlei Simões listou uma série de questões que visam orientar sobre a importância da saúde mental para o bem-estar físico e emocional.


Aprender a lidar com os próprios sentimentos


Às vezes nos comportamentos como se existisse um padrão sentimental a ser seguido. Normalmente organizamos os nossos sentimentos como  bons (alegria, felicidade, afetividade, compaixão) e maus (ciúmes, raiva estresse, ansiedade). Dessa forma, seria vantajoso ter acesso apenas aos bons sentimentos, porém ao recusarmos vivenciar outras emoções ignoramos que somos seres humanos e faz parte da nossa humidade experienciar todos os tipos de sentimentos imagináveis. Saber aceitar e respeitar o que sentimos é fundamental para vivermos em harmonia.


Realizar atividades físicas


Praticar atividades físicas, como caminhada e corrida, é comprovadamente eficaz para a saúde do nosso corpo. A prática reduz riscos de infarto, regula a pressão e ajuda a normalizar as demais taxas sanguíneas. A regularidade dos exercícios contribui também para a saúde mental, visto que diminui as chances de uma pessoa desenvolver depressão, além de amenizar os sintomas de ansiedade. Uma ótima forma de começar a se exercitar é fazendo caminhada, andar por uma hora ou mais só lhe trará benefícios e, além do mais, é uma atividade gratuita.


Aprender a comunicar o que está sentindo


Se comunicar de forma assertiva é um grande desafio, contudo é sempre importante falar o que estamos sentindo. Se alguém te magoou, aborreceu ou estressou, procure falar para está pessoa o que você está sentindo, conversar com outras pessoas que não estão envolvidas às vezes não é a melhor solução. Assim como não é o ideal falar com os envolvidos no volume mais alto. Explicar para alguém o que o outro fez de errado de acordo com a sua visão é uma boa oportunidade para realizar uma troca de opiniões e aparar arestas.


Não criar problemas desnecessários


Uma coisa é fato, a vida é cheia de adversidades e nem sempre as coisas acontecem como queremos. Às vezes desejamos ter o controle de tudo, contudo, se formos parar para pensar, será que todas as situações estressantes que vivenciamos são realmente necessárias? Será que algumas situações não poderiam ser evitadas e alguns problemas só se tornam grandes por que nós os fazemos grandes? Muitas dores de cabeça poderiam ser deixadas de lado se decidíssemos encarar a vida de forma mais leve.


Lembrar que a vida é uma eterna colheita


Não tem como você ter uma vida boa se não plantou coisas boas, isso é uma premissa básica. Se você tem um lar tumultuado, cheio de brigas e desentendimentos, está na hora de fazer algumas mudanças. Além disso, nas nossas relações pessoais nada dará certo se não tiver o básico: o afeto. Tenha em mente sempre que o diálogo e o respeito são essenciais para boas relações.


Não cultivar relações tóxicas


Uma coisa é certa, nós nunca sabemos a real intenção dos outros, sejam eles, amigos, familiares, colegas de trabalho ou namorado. Por mais que a gente goste muito de alguém nem sempre sabemos o que o outro realmente sente pela gente, às vezes existe uma toxicidade no ar que não nos damos conta, procurar pensar a respeito das pessoas que nos rodeiam é uma boa escolha. De nada serve estar cercado de amigos se a maioria deles te falta com o respeito ou o explora, assim como também não adianta ter um namorado se ele só te bota para baixo, quanto estabelecemos um vínculo com alguém sempre absorvemos um pouco daquela pessoa e nesse sentido é sempre bom parar e pensar o que o outro está nos transmitindo.


Ninguém vive bem sem o básico


Muitas vezes não nos importamos com aquilo que é fundamental, o básico, nesse sentido uma boa noite de sono, alimentação adequada e higiene pessoal são atitudes fundamentais. Uma pessoa não pode esperar ter um bom humor ao longo de um dia se passou metade da noite acordada mexendo no celular, da mesma forma ninguém consegue sentir-se bem fisicamente colocando qualquer tipo de alimento para dentro do próprio corpo, além da higiene é claro, cuidar de si é melhor coisa que alguém pode fazer.


Saber à hora de procurar ajuda


Se uma pessoa ao pensar em si mesma perceber que algo não está bem ou que várias coisas na verdade não estão indo muito bem, talvez esteja na hora de procurar ajuda profissional, ir consultar com um psicólogo pode ser a melhor escolha.  O psicólogo é um profissional capacitado para realizar a escuta terapêutica de todas as questões que envolvem a vida do seu paciente, bem como realizar os devidos direcionamentos. Procure um psicólogo e permita começar um processo de transformação em sua vida.

Galeria de Imagens


Outros posts recentes