Blog Clinipampa

5 verdades sobre síndrome de Down que você precisa saber

Notícias - 21 de Março de 2018

1. Síndrome de Down não é uma doença


A síndrome de down acontece quando a pessoa nasce com 3 cópias do cromossomo 21 ao invés de duas cópias. Um cromossomo 21 a mais em cada célula é uma ocorrência genética e não uma doença.


2. Pessoas com síndrome de Down possuem déficit cognitivo


Sim, uma vez que uma criança ainda no processo de gestação tenha sido acometida com a trissomia do cromossomo 21 e por este motivo tenha a Síndrome de Down está terá em algum nível um déficit cognitivo. Este pode ser visto como um atraso nas faculdades intelectuais da pessoa com down, contudo este fato não pode ser dimensionado como um agente incapacitante para o individuo com Down, na verdade o indivíduo que desde a infância recebe apoio familiar, psicológico e pedagógico se torna na maioria dos casos um individuo com capacidade cognitiva para ingressar nas universidades e no mercado de trabalho.


3. Tem direto constitucional à inclusão e a cidadania


De acordo com a convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, aprovada em 2008 no Brasil como norma institucional, cabe ao Estado e a sociedade buscar maneiras de garantir os direitos de todas as pessoas com deficiência em igualdade de condições com os demais.


4. Pessoas com síndrome de Down precisam ser ouvidas


As pessoas com síndrome de Down podem estudar e trabalhar e assim como todas as pessoas possuem opiniões, aqueles próximos a estes como familiares, profissionais e responsáveis devem permitir que eles possam se expressar sobre assuntos que lhes dizem respeito. Em entrevistas, por exemplo, o correto é ouvir as pessoas com deficiência e não apenas os familiares e ou especialistas.


5. Pessoas com síndrome de Down não são todas iguais e não devem ser tratadas com pesar


Nascer com uma deficiência não pode ser visto como uma tragédia é apenas uma das características do individuo. Por mais que as pessoas com síndrome de Down tenham algumas semelhanças, como olhos amendoados, baixo tônus muscular e deficiência intelectual, não são todos iguais. Todas as pessoas, inclusive as com Down, têm características únicas, tanto genéticas quanto culturais, sociais e educacionais.


Você sabe como deve ser feito o trabalho psicológico com a pessoa com síndrome de Down e com a família?


A fórmula consiste em orientar e acolher os pais, explicando sobre os aspectos da deficiência bem como os cuidados necessários ao portador da síndrome, é imprescindível também acolher e ter os cuidados necessários ao individuo com Down. O processo exige respeitar o momento da criança e também da família. O ideal é trabalhar as potencialidades individuais para que elas fortaleçam a criança a vencer os obstáculos com apoio no que ela consegue fazer de melhor, evitando os quesitos em que ela se sentiria diminuída.
Durante o processo terapêutico, são realizadas reavaliações constantes, reconhecendo e respeitando o potencial de cada indivíduo, sem superestimar e subestimar. O objetivo é alcançar um nível de bem-estar e autonomia no processo.

Galeria de Imagens


Outros posts recentes